desenhar=respirar
October 26, 2007, 5:35 pm
Filed under: Uncategorized

diomedes_0021.gif

 

O FIQ foi nspirador. Eu era um anônimo no meio de grandes artistas das HQs do mundo inteiro. Ter trocado as idéias que eu troquei com esses grandes mestres foi muito ducaralho. Voltei com muita vontade de lançar minha HQ logo ( assim que der eu anuncio as editoras – no Brasil e EUA – e as datas de lannçamento ). Num dos jantares com o Eduardo Risso, ele me falou que estava satisfeito com o seu traço, pois era a síntese de tudo o que ele já havia feito em Quadrinhos e porque dava pra cumprir os prazos tranquilamente. Eu acho isso muito foda. Cheguei em casa e comecei uma página nova depois dessa conversa, e demorei 2 dias para acabá-la. O Joe Prado, mais conhecido como João, me disse lá em BH, que esse ritmo é um ritmo bom, mas eu gostaria de desenhar mais rápido.

 

Por causa da empolgação com a adaptação de O Dobro de Cinco pro cinema, fiz hoje um desenho do Diomedes. Levei 4o min pra fazer esse desenho. Geralmente eu levaria mais tempo, mas isso aconteceu porque eu mudei um pouco o meu traço. Gostei do resultado. Aquilo que o Risso me disse ficou martelando minha cabeça. Preciso encontrar um meio termo entre o traço que eu estou fazendo na Mesmo e esse do Diomedes para o meu próximo projeto de Quadrinhos, pois assim, acho que vou encontrar as similaridades entre desenhar e respirar, e não entre desenhar e punhetar.

 

Abraço,

 

R. Grampá



FIQ
October 18, 2007, 5:23 am
Filed under: Uncategorized

 

photo-2.jpg

 

 

Estamos todos debandando para o FIQ 2007 em BH! EU nunca fui em nenhum e espero que seja inspirador! Estamos levando uns 50 exemplares da “5″ ( aquele fanzinão non sence que o Bá, Moon, Becky, Vasilis e eu fizemos ), pra quem ainda quiser adquirir.

Abraço

R. Grampá



O Dobro de Cinco – Teaser Poster
October 9, 2007, 1:35 am
Filed under: Uncategorized

od5_teaserposter03.jpg

“A magician is the only earthly being that has the right to disappear”.Diomedes is an unsuccessful private eye that never was able to solvea single case. He gets deep into the bizarre world of a forgotten circus, the GrandeCirco, once a famous carnival attraction and now a creepy place,closer from an “burlesque asylum” than a family entertainment venue, in searchfor Enigmo, a magician that can turn water into wine when request byHermes.Not always a detective finds exactly what he is searching for.

IPANEMA presents “O Dobro de Cinco”, a feature movie based on thegraphic novel of the most awarded Brazilian cartoonist Lourenço Mutarelli. 2009 at a theater near you.

Director: Dennison Ramaho

Director of Photography: Ricardo Della Rosa

Production Designer: Rafael Grampá

Producers: Paulo Schimidt, Tadeu Jungle, Rodrigo Teixeira

——————————————————————

” O mágico é a única criatura na face da terra que tem o direito de desaparecer”.Diomedes, um detetive fracassado que nunca resolvera um único caso, mergulha de cabeça no mundo bizarro do Grande Circo, um famoso circo no passado -hoje apenas um lugar fantasmagórico, mais parecido com um hospício burlesco- para encontrar Enigmo, o mágico que transformava água em vinho, a pedido do peçonhento Hermes.

Nem sempre um detetive encontra exatamente o que procura.

IPANEMA apresenta O Dobro de Cinco, longa-metragem baseado na Graphic Novel de Lourenço Mutarelli. 2009 nos cinemas.

Diretor: Dennison Ramalho

Diretor de Fotografia: Ricardo Della Rosa

Designer de Produção: Rafael Grampá

Produtores: Paulo Schmidt, Tadeu Jungle e Rodrigo Teixeira



Drunk Drawing
October 2, 2007, 4:09 pm
Filed under: Uncategorized

 logan_moleskine.gif

 

Quando eu bebo, nunca desenho. Não gosto nem um pouco de desenhar meio bêbado, pois perco a paciência, fico ansioso. Mas sempre carrego um moleskine ( sempre não, mas quase sempre, quando eu me lembro dele ), pra no caso de eu querer desenhar quando vou sair pra beber. É uma contradição, eu sei, graças a Deus. Mas quando se está sem paciência pra desenhar, o traço fica mais torto, mais freestyle, e eu gosto bastante dos meus desenhos quando eu não penso muito no que eu vou desenhar. Você começa com um traço, que parece que vai ser uma coisa, e quando você vê, sai outra. É muito divertido e, repito, acho que é a melhor maneira de tentar achar um traço que seja mais próprio ( não estou falando sobre desenhar meio bêbado e sim desenhar freestyle, sem fazer lápis antes e blá, blá, blá ). Dessa vez, eu estava pensando em desenhar um tigre, mas saiu o Logan.

Acho que no futuro, meus desenhos vão ser beeeem tortos. Estou trabalhando pra isso, pelo menos.

 Abraço,

R. Grampá




Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 180 other followers