Line crisis
March 29, 2007, 9:06 pm
Filed under: Uncategorized

crise01.gif

As vezes a mente manda e a mão não obedece. Isso acontece bastante quando você é adolescente e, de repente, a mão boba entra em ação, mesmo você fazendo força pra ter respeito com a bunda da menina. Essa mesma briga entre Mente x Mão existe sempre com quem depende das duas. Parece que elas fazem um complô contra o patrão, que adoram ver o coitado enchendo a cara por causa da crise do traço. Parece uma grande bobagem, mas essa crise acontece de tempos em tempos com quem desenha e quer fazer algo seu, sem copiar traços prontos por aí ( ter referências é uma coisa, copiar é bem outra).

Na crise vemos defeito até naquilo que você ainda nem desenhou. Mas, de repente, a Mente e a Mão sentem peninha do patrão e voltam a obedecer. Aí a gente percebe que a crise é realmente aquela grande bobagem e dá risada.

O desenho aí de cima foi numa dessas crises. Dessa vez foi porque eu estava achando o meu traço duro demais nas páginas e resolvi soltar. Gostei do resultado da mão solta e agora as páginas ficarão um pouco mais soltas também. Bem mais legal de desenhar.
Seria tão bom se todas as crises fossem resolvidas assim, num traço de nanquin.

Abraço

R. Grampá

About these ads

3 Comments so far
Leave a comment

Vi pra cá pelo link do Drawn.ca
Tu manda muito!

Estranho que a crise do traço pra mim, acontece praticamente full time. ;)

Comment by S.

Não sei o que seria de meu mac sem sem seus screen pics compulsórios, Grampá… ;)

Comment by joca reiners terron

Acabo de conhecer esse blog. Trabalhos muito bons, já conhecia na verdade, só não conhecia o blog. Achei legal as reflexões e “ensaios”. Traço muito foda, também.
Parabéns pela luta e fidelidade à vontade de fazer quadrinhos. Teve mais disciplina do que eu, por exemplo . Ainda tenho vontade de fazer quadrinhos, projetos… Mas que não sei se vou fazer no formato de quadrinhos exatamente. Curto narrativa em geral, animação também, cinema.
Ah, sim: resolvi comentar aqui porque achei bem legal a idéia de falar sobre a crise do traço. Uma vez tive essa crise com uns 16 anos, foi forte. Tava tão cansado das minhas influências e de achar que às vezes saía legal, com cara de bem-acabadão, mas não parecia comigo, não tinha muito de particular, que resolvi ficar 1 ano sem desenhar com a mão esquerda (sou canhoto) e sem me preocupar com o resultado, sem pensar mesmo enquanto fazia. E fiz isso. Foi ótimo. No começo saía tudo tremido, quase ininteligível, mas depois começou a sair umas coisas legais. E inusitadas, tipo uma HQ (bem tosca, num caderno), sem balões, só ação, de Road Rash, aquele jogo antigo de videogame, de motoqueiros com correntes na mão, na estrada. Não sei porque. Mas acabei desenhando páginas e mais páginas de ação com cenas ultra-exageradas, como a moto indo de encontro a um trem numa ponte super elevada, e escapando no último momento simplesmente quicando no limpa-trilhos e voando pro vazio.

Enfim, legais os temas que você colocou por aqui. Massa.

Falou!

Comment by Athos




Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 180 other followers

%d bloggers like this: