Mecha-baloons
February 28, 2007, 7:28 pm
Filed under: Uncategorized

mecha_baloonscopy.jpg

Fiz essa estampa pra Diesel. Uma das muitas que eu já fiz. Os italianos preferiram sem os Mecha-baloons. Tudo bem, eles sabem o que é melhor pra marca deles. Eu, particularmente, gosto dos mecha-baloons.

Nunca andei de balão mas sou muito afins. Por acaso alguém sabe quanto custa um passeio de balão?

Abraço

R. Grampá



Pêlos
February 27, 2007, 11:07 pm
Filed under: Uncategorized

city_mag04.jpg

Uma das três ilustras que eu fiz pro aniversário da City Magazine, da China, pela Lobo. Tinta preta sobre papel dourado. Coisa de chinês.

Abraço

R. Grampá



Josh 02
February 27, 2007, 10:49 pm
Filed under: Uncategorized

josh_candyland_01b.jpg

Outro Josh. Esse vai ser publicado num livro, aqui no Brasil, que eu não sei eu posso falar ainda ( sempre a mesma história ). Nessa época eu já estava meio cansado do freestyle e resolvi dar uma pensada pra fazer.
Abraço

R. Grampá



Josh!
February 27, 2007, 6:06 am
Filed under: Uncategorized

josh_diesel02.jpg

For a long time I called my own drawings Joshes. It may seem wierd. but I have that kind of relationship with my drawings… It happened after a very good friend of mine, Denis “Cisma” Kamioka, and I would stay up all night drawing. We would pass the drawings back and forth until they were done, freestyle. After a while, the drawings started to take shape and we decided to call that kind of drawing Josh. It was the ghost of a nerd kid that died after drinking a nonsense juice.

Denis went to Italy but the ghost continues to possess me. I have done TV Josh, Josh shoes, Josh T-shirts and the Josh became a concept design of one the coolest jobs that I did at Lobo, Diesel Dreams, and it even won some important prizes abroad.

I stopped drawing Joshes a while ago, but whenever I have a chance, I do some freestyle. Oh, I tried nonsense juice and didn’t die. It tastes like a telephone. No lie!

——————–

Durante bastante tempo eu chamei meus próprios desenhos de Joshs. Pode parecer estranho, mas eu tinha essa relação com meus desenhos mesmo… Isso aconteceu depois que eu e um grande amigo meu, o Denis “Cisma” Kamioka, passávamos as noites em claro desenhando. Um desenhava um pouco e passava pro outro completar, no freestyle. Chegou uma hora que os desenhos começaram a tomar forma e a gente resolveu apelidar aquele tipo de desenho que estava saindo ali de Josh. Era o nome do espírito que baixava na gente, o espírito de um guri nerd que havia morrido depois de tomar um copo de suco de nonsense.

O Denis foi embora pra Itália mas o Josh continuou baixando em mim. Fiz muitos Joshs. Fiz uma TV Josh, tênis Josh, camisetas Josh e acabou que os Joshs viraram concept design de um dos trampos mais legais de motion graphics que eu fiz na Lobo, o Diesel Dreams, que chegou até a papar uns prêmios importantes na gringa.

Parei de desenhar Joshs já faz bastante tempo, mas sempre que dá eu faço um freestylezinho pra ver qual é a novidade que o acaso quer me mostrar. Ah, provei o tal suco de nonsense e não morri. Tem gosto de telefone, na real.

Abraço

R. Grampá



Posters
February 23, 2007, 4:29 pm
Filed under: Uncategorized

grampa_r_poster_menor.jpg

O pessoal do Resfest no Brasil, o Carlos Farinha e a Clarisse Reichstul, me convidaram pra fazer a programação visual do evento este ano. Vai ter poster, camiseta, animação e mais um monte de outras coisas que eu acho que não posso falar ainda.

Esse esquema de fazer Quadrinhos é estranho pra muita gente que me conhece pela Lobo. Lá eu faço direção de arte, concept design e animação, que pode até parecer que tem a ver com Quadrinhos mas é bem outra coisa. Aqui no Blog eu vou acabar postando alguns trampos que eu faço na Lobo e fora dela, porque são tão legais de fazer quanto fazer Quadrinhos.

A imagem aí em cima foi poster e camiseta pro Curitiba Rock Festival, quando veio o Weezer, e que eu perdi!

Abraço

R. Grampá



Carnaval?
February 21, 2007, 4:09 am
Filed under: Uncategorized

mesmo_quadro00.jpg

mesmo_quadrocor.jpg

Nem vi esse tal de carnaval… aconteceu mesmo? Tá acontecendo? Caralho…

Eu poderia ter ido pra vários lugares, mas escolhi ir para a prancheta. O Ivan Brandon, editor daquela antologia bacana de robôs, 24seven, da Image Comics, me convidou pra fazer uma história pro segundo número da mesma. Bolei uma história a partir de uma idéia que o meu amigo Ricardo Giassetti me deu e acho que pode ficar bem legal. Agora, além do meu álbum, que já está andando, tenho mais essa história de robôs pra fazer…então, nada de samba pra mim esse ano ( tudo bem, gosto mesmo é de Rock´n Roll)!

A imagem acima é o último quadro da segunda página do meu álbum. E já decidi que no ano que vem minha fantasia de carnaval vai ser de caminhineiro!

Abraço

R. Grampá



Pincel
February 15, 2007, 12:08 am
Filed under: Uncategorized

teste_pincel01.jpg

Não sei se eu teria prazer em desenhar se eu não pudesse arte-finalizar meus desenhos.

Enquanto eu passo o pincel em cima do lápis, sinto que estou onde eu deveria estar. O cheiro do nanquin tonteia. Cheiro de arte. Tranco a respiração e o traço fica firme. Peso minha mão quase nada e o traço já engorda e no final, vou tirando as cerdas gradualmente, bem rápido, numa chicotada, e o traço fica parecendo uma estrada em perspectiva, que vai sumindo lá adiante no horizonte. Aproveito até a última umidade do pincel, quando o traço fica áspero e mais bonito.

Tenho algumas páginas desenhadas, a lápis. Resolvi não finalizá-las ainda, pois o pincel te dá muitas opções. Um ou dois dias pra achar a opção certa, pra desenhar os personagens e os cenários um pouco mais. O que surgir ali vai virar poster.

As estradas sumindo no horizonte é culpa do cheiro do nanquin.

Abraço

R. Grampá



É foda!
February 11, 2007, 8:58 am
Filed under: Uncategorized

 micro_01.jpg

Eu sou um grande invejoso. Não posso me deparar com o trampo de um cara foda que eu fico todo invejoso. Mas não é do mal, é bem do bem. Me motiva, me faz querer desenhar sem parar, me faz perder o sono. Depois que eu vejo o trabalho de alguém muito fudido ( podia citar todos os que fazem eu me sentir assim, mas não vou ), eu fico transtornado.

 Ano passado fiz um trampo com o Paul Pope. Não posso falar do que se trata, pois envolve contratos com a Lobo. Mas a questão é que ele mandou páginas inacreditáveis, onde eu e o Fábio Moon, que tive o privilégio de chamar pro projeto, ficamos invejosos. O gringo realmente é muito original e experimentalista. Ele domina o storytelling, ele sabe ser fluido sempre ( no Flickr do cara dá pra conferir uma imagem desse trampo).

Eu nunca deixo de procurar pelos fudidos. Vasculho, fuxico, perco horas. Sempre acho alguém fazendo algo diferente. Quando eu fico desmotivado, é aquele maldito cara que desenha coisas inacreditáveis que me faz olhar pra minha prancheta e repensar os meus rabiscos.

Mas, mesmo com toda essa nóia, na hora de desenhar, só penso em seguir meu próprio caminho. Fodam-se os fodas! Ficar só olhando não te deixa realizar nada. A grande jornada é tentar ser um foda no seu próprio estilo.

Essa ilustra só tem  a ver com o que eu escrevi porque eu vi um cara foda e tive que desenhar, e isso faz bastante tempo. Mas azar ( pra não dizer foda-se de novo, pois alguém pode ficar ofendido com tanto palavrão [ ah, vai! todo mundo fala foda-se] ) !

Abraço

R. Grampá



Collect Files
February 9, 2007, 3:00 am
Filed under: Uncategorized

resfest_ny00.jpg

 De repente o cara fica sem nenhuma idéia. Isso quase sempre acontece quando te convidam pra fazer algum trampo autoral e te dizem: “Faz o que você quiser”, e você pensa: “Excelente! Vou pirar o cabeção!”. O tempo passa, o prazo já é amanhã e você não fez nada. A grande idéia não veio e o cabeção nem sinal de pirar. E o prazo, implacável, não quer nem saber. Chega chegando. E aí, o que fazer? A-ha!! Collect Files! E quer saber? Todo designer já fez ( você, designer, não está sozinho)!

 É mais ou menos a mesma situação de quando se quer fumar um e não tem. A solução é catar as pontas e transformar num. As vezes fica uma bosta e as vezes fica legal.

 Essa ilustra foi feita assim. Fui abrindo minhas pastas, peguei tudo aquilo que havia sobrado de outros layouts, que eu não tinha usado e que estava ali, só esperando minha procrastinação pra eu enfim, dar uma razão a sua existência. Acabou o prazo e eu, bem tranquilo, com a ilustra pronta. Ela foi parar num DVD lançado pelo Resfest, num evento em NY. Os caras lá curtiram e resolveram que a ilustra seria também a capa do DVD. Viu? Nunca jogem as pontas fora! 

Abraço, 

R. Grampá



Exposição
February 8, 2007, 1:35 am
Filed under: Uncategorized

place_menor.jpg

“Não entendo como você consegue se expor…”, me disse um amigo, segunda feira passada. Na verdade nunca gostei muito da idéia. Sempre me entoquei, desenhava pra mim, não fazia questão de publicar. Hoje considero meu pensamento anterior uma grande besteira. Um artista só passa a existir quando o seu trabalho existe para os outros. Um Blog acaba expondo um pouco mais do que só o trabalho e eu acho que era disso que o o David estava falando ( o David é um dos melhores desenhistas que eu conheci aqui em São Paulo e com certeza um dos melhores do Brasil).

Aproveitando a deixa, a imagem acima foi criada pra um projeto da Vasava chamado Place, que incluia uma exposição ( sacou o trocadalho do carilho?).

Abraço

R. Grampá




Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 167 other followers